Osaka: «Seria embaraçoso perder em menos de uma hora, tentei lutar»

Osaka: «Seria embaraçoso perder em menos de uma hora, tentei lutar»

Por José Morgado - setembro 13, 2020
osaka-usopen

Naomi Osaka, de 22 anos, conquistou este sábado o seu terceiro título de Grand Slam, ao vencer a edição de 2020 do US Open. A japonesa chegou a estar em desvantagem por 6-1 e 2-0 diante da bielorrussa Victoria Azarenka e assumiu ter tido medo de ser atropelada na final.

“Achei que seria embaraçoso perder em menos de uma hora. Tentei lutar. Agradeço à minha equipa, o início do ano não foi fácil e obrigado por acreditarem em mim”, confessou a nipónica, que brincou ao dizer que não deseja voltar a defrontar Azarenka numa final. “Não quero jogar mais contigo em finais. És inspiradora. Eu costumava ver-te jogar aqui quando era mais nova e ter a oportunidade de jogar contra ti é muito especial. Não quis atirar-me para o chão logo final para não assustar a minha equipa, pelo que fi-lo depois em segurança”, brincou.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.