Oliveira joga no Jamor ao lado de jovem surdo: «Tento fazer como ele: falar bem com as mãos»

Oliveira joga no Jamor ao lado de jovem surdo: «Tento fazer como ele: falar bem com as mãos»

Por José Morgado - abril 7, 2021
GoncaloOliveira
FOTO: Sara Falcão

Gonçalo Oliveira, vencedor de 34 títulos de pares no circuito internacional troca habitualmente de parceiros e esta semana joga com mais um tenista diferente: o sul-coreano Duck-hee Lee, de 23 anos, que foi notícia muitas vezes ao longo dos últimos anos por conseguir ter um elevadíssimo rendimento… apesar de ser surdo. O portuense de 26 anos não esconde que é especial jogar com alguém que não o ouve, mas assegura que não fará grande diferença.

“É uma pessoa especial e dou-me muito bem com ele. Vai ser divertido até porque já jogamos juntos. Tento fazer como ele: falar bem com as mãos. Caso não consiga temos o telefone sempre à mão. O Google Tradutor faz magia. Em court não precisamos de falar muito. Ele grita em court, amanhã vão ver que ele vai gritar”, garantiu o tenista portuense em conferência de imprensa”, confessou em conferência de imprensa.

 

Oliveira e Lee vão desafiar os franceses Enzo Couacaud e Manuel Guinard, primeiros cabeças-de-série, esta quarta-feira, no Centralito, pelas 16h30.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.