Quatro anos depois de se retirar devido a depressão, Rebecca Marino voltou... e não sabe perder

Quatro anos depois de se retirar devido a depressão, Rebecca Marino voltou… e não sabe perder

Por admin - fevereiro 19, 2018

Rebecca Marino começa a ameaçar tornar-se numa das grandes histórias da temporada no circuito feminino. A canadiana de 27 anos, que em 2011 chegou a entrar no top 40 WTA depois de alcançar resultados de relevo a nível WTA mas também ITF (com uma série de títulos de 50 mil dólares), retirou-se da competição em fevereiro de 2013, devido a uma depressão, provocada em grande parte pelo abuso que sofria dos seus ‘haters’ na internet.

“Não quero sacrificar mais a minha felicidade por causa do ténis. Há dias em que não me consigo levantar da cama, outros em que não me consigo vestir. Não estou disposta a fazer mais sacrifícios”, confessou na altura a canadiana.

Em 2017… decidiu voltar. Tentou ainda competir no final dessa temporada, mas a Federação Internacional de Ténis relembrou-lhe que não estava inscrita no sistema de controlos antidoping e fê-la esperar mais uns meses até 30 de janeiro, data em que pôde finalmente voltar aos courts.

Desde então, não sabe perder. A canadiana foi para Antalya, localidade turca que anualmente recebe dezenas de torneios internacionais, e nos três primeiros que disputou… ganhou! Ao todo, são 17 vitórias, 0 derrotas e uma subida brutal de ranking já garantida…

“Não tinha grandes expetativas, nem de resultados, nem de ranking no início deste meu ‘regresso’, mas estou obviamente muito contente como a forma como as coisas têm corrido”, confessou Marino, que optou por fazer o seu regresso em terra batida, uma superfície na qual foi feliz em Roland Garros 2011, quando chegou à terceira ronda.

  • Categorias:
  • WTA