O desportivismo de Albert Ramos: «Estou triste pelo Norrie, ele merecia ganhar o torneio»

O desportivismo de Albert Ramos: «Estou triste pelo Norrie, ele merecia ganhar o torneio»

Por Nuno Chaves - maio 2, 2021
Foto: Millennium Estoril Open

Albert Ramos-Vinolas é o grande vencedor da edição de 2021 do Millennium Estoril Open após uma vitória dramática frente ao britânico Cameron Norrie.

O espanhol, no final, revelou toda a sua felicidade e, igualmente, todo o seu desportivismo. “Significa muito. Venci três torneios na minha carreira, por isso, esta é uma das três melhores semanas da minha carreira. Estou muito contente, especialmente hoje, que foi um encontro muito difícil frente ao Cameron, acho que ele fez um grande torneio. Estou contente por mim mas triste por ele. Somos bons amigos e acho que ele merecia vencer o torneio, tal como eu”, admitiu em conferência de imprensa.

Ramos é, em 2021, o jogador com mais vitórias em terra batida, no entanto, isso para ele pouco diz. “Honestamente, não gosto dos números. Não quero pensar em quantos encontros ganhei ou no que estou a fazer, porque na terça-feira já tenho outro encontro e hoje tenho de aproveitar o momento. Eu sei o quão difícil é ganhar um torneio, sei o quão difícil é ser consistente semana após semana. Hoje posso apenas dizer que estou muito feliz e quero aproveitar”, referiu o tenista de 33 anos.

O foco do veterano espanhol estava, naturalmente, na dificuldade que sentiu em conquistar este título. “Ganhar um título é muito complicado, sabemos o quão difícil é ganhar, os jogadores são muito bons e é muito difícil. Foi uma grande semana para mim. Hoje foi um encontro muito equilibrado, contra um grande rival. Estou contente com o título e com o esforço que tenho desde esta pré-temporada. Trabalhei muito para melhorar”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.