Djokovic já não pode ser ultrapassado até 8 de março e vai bater recorde de Federer

Djokovic já não pode ser ultrapassado até 8 de março e vai bater recorde de Federer

Por Bola Amarela - novembro 23, 2020
djokovic_federer

As contas são apresentadas pelo jornal espanhol ‘Marca’ e confirmam aquilo que já se esperava: Novak Djokovic, número um do Mundo, vai mesmo chegar às 311 semanas como líder do ranking mundial no dia 8 de março de 2021 e ultrapassar o recorde de 310 do suíço Roger Federer.

Depois da derrota de Rafael Nadal nas meias-finais das ATP Finals e do desaire de Dominic Thiem na final, nem o espanhol, nem o austríaco têm chances matemáticas de ultrapassar o sérvio de 33 anos até 8 de março, tendo em conta que nenhum tenista vai perder os pontos somados na ATP Cup, Australian Open ou durante o mês de fevereiro. Assim, os mais de 3000 pontos que Djokovic somou em janeiro e fevereiro de 2020 não lhe serão descontados em 2021 (e estão seguros até 2022), independentemente daquilo que ele faça nessas mesmas provas no próximo ano.

Recorde-se que Federer mantém — para já — o recorde de mais semanas consecutivas no topo do ranking e esse é difícil de ser batido. Foram 237 segundas-feiras seguidas com o seu nome em primeiro lugar, entre 2004 e 2008. A segunda maior série foi de Jimmy Connors, com 160.

Bola Amarela