Djokovic: «Eu percebo a razão pela qual o Nadal ficou na Europa»

Djokovic: «Eu percebo a razão pela qual o Nadal ficou na Europa»

Por José Morgado - agosto 27, 2020
djokovic-cincy

Novak Djokovic, número um do ranking mundial, continua sem saber o que é perder em 2020 e esta quarta-feira apurou-se para as meias-finais do torneio de Cincinnati, em Nova Iorque. O sérvio de 33 anos é o grande favorito à vitória nestes dois torneios nova-iorquinos, até porque Roger Federer (lesionado) e Rafael Nadal (opção) não foram à Big Apple.

Questionado sobre as razões de Nadal, o sérvio garante que as entende. “Percebo a razão pela qual o Nadal ficou na Europa. Este tipo de situações é muito imprevisível. Ele não quis arriscar a sua saúde e a saúde da sua equipa ao vir aqui. Se essas foram de facto as razões, são perfeitamente compreensíveis”, assegurou.

Djokovic lembra que a forma como o sistema dos rankings foi alterado — impedindo que os jogadores percam pontos em 2020 — salvaguarda precisamente a opção de os jogadores não quererem jogar enquanto a pandemia ainda é global. “O novo sistema de ranking protege quem não quer competir neste período. Não apenas aqui nos Estados Unidos mas também aqueles que não se sentem confortáveis em jogar até ao final da temporada.”

Novak reafirma que sempre teve intenções de ir a Nova Iorque. “A minha ideia sempre foi vir cá. Adiei a minha decisão apenas para perceber como seriam as regras e se poderíamos regressar à Europa de maneira simples. Mas estou muito contente por ter vindo”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.