Alcaraz vai ultrapassar as semanas de Becker e Wilander no topo do ranking

Alcaraz vai ultrapassar as semanas de Becker e Wilander no topo do ranking

Por José Morgado - novembro 16, 2022
alcaraz-corretja-djokovic-numero um

Carlos Alcaraz tem apenas 19 anos, mas os seus feitos continuam a impressionar, mesmo numa altura da temporada… em que nem está a competir. Com o falhanço total de Rafael Nadal e a derrota de Stefanos Tsitsipas na primeira jornada das ATP Finals, o espanhol garantiu que vai tornar-se no mais jovem jogador de todos os tempos a fechar uma época como número um mundial, o que garante já matematicamente que será número um mundial até à segunda-feira imediatamente antes do Australian Open, a 16 de janeiro.

No entanto, é praticamente garantido que Alcaraz vai manter a liderança do ranking pelo até ao dia 30 de janeiro — segunda-feira após o Australian Open –, o que fará totalizar 21 semanas como número um do Mundo. Uma quantia que o fará tornar-se no 16.º jogador da história com maior número de semanas no topo ATP, ultrapassando — para já — nomes como Boris Becker (12), Andy Roddick (13), Daniil Medvedev (16) e Mats Wilander (20).

Os seguintes da lista estão mais longe, como é possível constatar:

1 – Novak Djokovic, 373
2 – Roger Federer, 310
3 – Pete Sampras, 286
4 – Ivan Lendl, 270
5 – Jimmy Connors, 268
6 – Rafael Nadal, 209
7 – John McEnroe, 170
8 – Bjorn Borg, 109
9 – Andre Agassi, 101
10 – Lleyton Hewitt, 80
11 – Stefan Edberg, 72
12 – Jim Courier, 58
13 – Gustavo Kuerten, 43
14 – Andy Murray, 41
15 – Illie Nastase, 40

16 – Carlos Alcaraz, 21 (se chegar nesse posto ao final do Australian Open)

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt