Zverev: «Tenho 23 anos: estou convicto de que um dia ganharei um Grand Slam»

Zverev: «Tenho 23 anos: estou convicto de que um dia ganharei um Grand Slam»

Por José Morgado - setembro 14, 2020
zverevvv

Alexander Zverev, de 23 anos, esteve a apenas dois pontos de vencer o seu primeiro título de Grand Slam. O alemão não escondeu o seu desapontamento no final, mas acredita que esta não foi a sua última oportunidade…

“Estar a ganhar por dois sets e um break de vantagem e perder não é nada fácil. Estive muito perto de ser campeão de Grand Slam. A poucos pontos. O que me chateia mais não é ter perdido de dois sets acima, mas sim as oportunidades que perdi no terceiro set. Mas enfim, tenho 23 anos e acho que terei outras oportunidades. Estou convicto de que um dia vou ganhar um destes títulos”, confessou em conferência de imprensa.

Zverev voltou ainda a elogiar David Ferrer, ainda que não considera que esta seja a altura certa para fazer a avaliação o trabalho que têm feito. “Acabei de perder 7-6 no quinto set da final de um Grand Slam. Ele é ótimo, ajudou-me em muitas coisas, mas não creio que seja a altura certa para falar disso”.

O alemão, que ainda em court chorou ao recordar os seus pais, que tiveram de ficar em casa por terem acusado positivo ao coronavírus, garantiu que eles já estão bem. “Já estão negativos. Mas emocionei-me depois de perder da forma que perdi e lembrar-me que eles não vieram e a razão pela qual não vieram.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.