Wilander e o choro de Monfils: «Jogadores têm de arranjar psicólogos»

Wilander e o choro de Monfils: «Jogadores têm de arranjar psicólogos»

Por Bola Amarela - fevereiro 8, 2021
monfils

“Quero sair deste pesadelo.” Estas foram as palavras de Gael Monfils, acompanhados de um choro de desespero do francês, que impressionaram depois da derrota na primeira ronda do Australian Open. Ora, o que se passou deixou um claro sinal na opinião de Mats Wilander, comentador do Eurosport e antigo número um do Mundo.

“Esta é uma situação muito difícil para o Gael Monfils. É um ser humano muito sociável e adora jogar à frente do público. 2020 foi um ano horrível para pessoas como o Gael. Para jogadores como ele, Nick Kyrgios, Benoit Paire ou Fabio Fognini, que jogam com a força do público, é muito difícil. Lamento por eles. Gale teve um bom 2019 e contratar Gunter Bresnik diz tudo, ele é um dos treinadores mais duros. Penso que ele pode estar positivo, trabalhar muito e queremos vê-lo de volta”começou por afirmar.

Wilander vai mais longe e acredita que os tenistas vão ter de começar a trabalhar outras áreas das suas carreiras, de maneira a conseguirem lidar com o contexto atual que vivemos. “Só o facto de ele e a namorada Elina Svitolina terem estado em quarentena separados já é difícil. Nunca o vi reagir assim numa conferência de imprensa depois de perder um encontro. Isto é maior do que o ténis, não é fácil para ninguém. Quando entras em court é fácil dares tudo fisicamente, mas mentalmente sentes todas as emoções. É altura de muitos jogadores arranjarem psicólogos para trabalharem o lado mental do jogo. É que nós perdemos um ano das nossas vidas, mas os jogadores perderam um ano das suas vidas profissionais”, destacou.

Bola Amarela