Andy Murray perde primeira final de um Challenger na carreira

Andy Murray perde primeira final de um Challenger na carreira

Por Bola Amarela - fevereiro 14, 2021
andy-murray

A jogar a primeira final em 16 meses, Andy Murray não conseguiu ser feliz no Challenger de Biella, em Itália. O antigo número um do mundo saiu vergado ao bom ténis apresentado pelo ucraniano Ilya Marchenko, que estragou o regresso do britânico à ação esta semana, ao triunfar com os parciais 6-2 e 6-4, ao cabo de 1h30.

O ucraniano (212.º ATP) alinhou uma exibição autoritária, sem ter enfrentado sequer um ponto de break ao longo de todo o encontro. Por outro lado, Murray, agora 125.º, salvou quatro dos sete break points, mas ainda mostrou alguma falta de ritmo competitivo. Ainda assim, terá nova oportunidade em Biella, se bem que já não se vai apresentar como cabeça-de-série num torneio que está mais forte.

Refira-se que esta foi a terceira final de um Challenger na carreira de Murray e o primeiro desaire. É que o escocês de 33 anos sagrou-se campeão em Aptos e Binghamton em… 2005. Desde essa altura que não disputa o encontro decisivo a este nível, sendo curioso que também venceu todas as cinco finais no ITF World Tour.

Bola Amarela