Vale do Lobo: dois portugueses à porta do quadro principal, que já é conhecido

Vale do Lobo: dois portugueses à porta do quadro principal, que já é conhecido

Por Bola Amarela - fevereiro 23, 2021
falcao

Gonçalo Falcão e João António qualificaram-se esta segunda-feira para a ronda de acesso ao quadro principal de singulares do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active, torneio internacional masculino de 25.000 dólares organizado pela Premier Sports com o apoio da Federação Portuguesa de Ténis. Devido à pandemia, e de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde, o evento realiza-se à porta fechada. 

A defender o estatuto de 13.º cabeça de série, Falcão (número 1335 ATP) somou a segunda vitória da semana ao superar o francês Louis Picaud por claros 6-4 e 6-1, num encontro que comandou do início ao fim. Para se qualificar para o quadro principal daquele que é o primeiro torneio internacional de 2021 em Portugal, o tenista de Cascais terá de passar por outro francês: Ugo Blanchet (911.º), que venceu por 6-1 e 6-4 contra Pablo Carretero, espanhol que nas primeiras horas do dia venceu o português Filipe Grebentsov com 6-2 e 6-3.

Para a terceira e última ronda do qualifying avançou igualmente João António, que passou com distinção por uma jornada dupla: na eliminatória inaugural, atrasada de domingo para esta segunda-feira devido à chuva, superou Jesus Echevarri por 6-1, 3-6 e 10-8. Depois, a fechar o dia, o português de 21 anos voltou a levar a melhor num match tie-break, desta feita por 6-1, 5-7 e 10-6 contra o espanhol Jose Joaquin Miranda Cisneros, 1305.º ATP e 11.º cabeça de série. Segue-se o ex-top 60 mundial Kenny de Schepper (atual 653.º), que afastou Tiago Rodrigo Fernandes por 6-1 e 6-1.

Ainda esta segunda-feira, Fábio Coelho começou bem a jornada, ao vencer o compatriota Francisco Faria por 6-3 e 6-3, mas não conseguiu dar sequência à boa entrada e perdeu para o italiano Edoardo Graziani (por 6-4 e 7-5 depois de ter liderado por 5-2 no segundo set) na segunda ronda, tal como Eduardo Morais, que, um dia depois de se ter estreado em torneios profissionais a ganhar, cedeu por 6-0 e 6-3 para o favorito Max Andrews, nono pré-designado.

Nos restantes encontros do dia, Diogo Morais perdeu para o italiano Edoardo Graziani (6-1 e 6-1) na primeira ronda e Illia Stoliar para o turco Kuzey Cekirge (6-2 e 6-4). 

Entretanto, também esta segunda-feira foram realizados os sorteios dos quadros principais. No de singulares, Nuno Borges (366.º ATP) e Gastão Elias (379.º) estão entre os cabeças de série: o maiato, que esta segunda-feira alcançou a melhor classificação da carreira no ranking ATP, é o terceiro e terá de aguardar pela conclusão do qualifying (a última ronda joga-se na terça-feira) para conhecer o primeiro adversário; já o tenista da Lourinhã, defende o estatuto de sétimo pré-designado e vai medir forças com Kristan Tamm, número 634 mundial que vem da Estónia.

Tiago Cação foi o outro português a ter entrada direta no quadro principal do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active. O tenista do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis é o número 552 ATP e não faz parte da lista de cabeças de série  tendo encontro marcado com o francês Lucas Poullain (553.º). Se vencer, poderá ter como adversário na segunda ronda o compatriota Nuno Borges.

Os três wild cards vão enfrentar adversários de ranking superior: Luís Faria (803.º) medirá forças com o segundo cabeça de série, Evan Furness (377.º), Pedro Araújo (1321.º) terá pela frente o mexicano Lopez Villasenor (557.º) e Tiago Torres (1954.º) desafiará Tomas Lipovsek Puches (610.º).

No quadro principal de pares vão a jogo 11 tenistas portugueses, com destaque para Gonçalo Falcão (segundo cabeça de série ao lado de Lipovsek Puches) e Francisco Cabral/Tiago Cação, terceiros favoritos.

Bola Amarela