Tsitsipas mostra arrependimento nas palavras contra Federer: «Foi um erro, não sei porque disse isso»

Por Nuno Chaves - 15 abril, 2019

Durante o ATP 1000 de Miami, Stefanos Tsitsipas, que brilhou na variante de pares, envolveu-se numa enorme polémica ao denúnciar que os irmãos Bryan tinham tantos privilégios por parte da equipa de arbitragem como… Roger Federer.

O suíço chegou a responder, mas agora em Monte Carlo, o jovem grego mostrou estar arrependido. “Depois de pensar muito durante as minhas férias, aquilo que disse não queria que fosse pensado como uma atitude vaidosa. Aquilo que os microfones captaram durante o meu jogo de pares foi um erro total da minha parte e devo admitir. Nem sequer se aproximou daquilo que queria dizer. Não sei porque disse isso. Foi um erro”, admitiu o número oito mundial.

Tsitsipas voltou a querer dar uma outra versão. “Tive situações no passado contra jogadores que demoram muito tempo entre pontos – e não quero dizer nomes – mas foi muito mau e os juízes de linha não disseram nada e isso fez sentir-me mal. Se tivesse feito o mesmo, de certeza que ia levar um warning. Era isso que queria dizer. O Roger nem sequer demora tempo entre os pontos. Mas errei ao dizer aquilo”, voltou a expressar-se.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.