Tsitsipas e a luta pelo número um: «Só me preocupo com o Race»

Tsitsipas e a luta pelo número um: «Só me preocupo com o Race»

Por Pedro Gonçalo Pinto - junho 8, 2022

Stefanos Tsitsipas é o número cinco do ranking ATP nesta altura, sendo que poderá aproximar-se da luta pela liderança quando os pontos de Wimbledon caírem. No entanto, o grego confessa que isso o preocupa pouco, já que só olha… para a Race. Além disso, garantiu que quer alcançar bons resultados em relva.

VONTADE DE BRILHAR EM RELVA

Apesar de não estar nada contente com os meus últimos resultados em relva, o ténis na relva sempre esteve na minha cabeça. Adoro esta superfície, independentemente do que dizem os meus resultados. Nos últimos anos não fui capaz de mostrar do que sou capaz em relva. Quero mudar isso este ano.

LUTA PELO NÚMERO UM

Para mim, a Race é o mais importante. Não presto demasiada atenção aos outros rankings porque não refletem o teu momento de forma atual. Só me preocupo com a Race. Podes ver como as coisas estão lá. Tento somar o máximo de pontos em cada superfície, mas é óbvio que se cada superfície é diferente, os objetivos também o vão ser.

FALTA DE EXPERIÊNCIA EM RELVA

Nunca joguei em relva na Grécia. A primeira vez foi como júnior em Roehampton há cinco ou seis anos. Ao início não fazes ideia do que esperar. Tentas bater de forma natural, mas tudo é diferente. A preparação, o swing, o jogo de pés. Deves ajustar o teu ténis, mas sempre gostei da relva. Acho que se molda ao meu jogo perfeitamente. Jogava muito serviço-vólei quando era júnior, mas já não estamos nos anos 80.

JOGAR COM DOR COMO NADAL

Tenho uma pequena história, de um encontro em que pensei que não podia jogar porque sentia demasiada dor. Não ao ponto do Rafa, claro. Tive uma situação parecida nas ATP Finals. Acho que era o meu segundo encontro na fase de grupos e sentia uma dor extrema na perna. Deram-me uma injeção e joguei um dos melhores encontros da minha vida.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.