Thiem: «Contra Isner somos como um guarda-redes a tentar defender penáltis»

Thiem: «Contra Isner somos como um guarda-redes a tentar defender penáltis»

Por Bola Amarela - maio 7, 2021
Thiem
MADRID, SPAIN – MAY 06: Dominic Thiem of Austria plays a forehand during his third round match against Alex De Minaur of Australia during day eight of the Mutua Madrid Open at La Caja Magica on May 06, 2021 in Madrid, Spain. (Photo by Clive Brunskill/Getty Images)

Dominic Thiem, número 4 do ranking ATP, sobreviveu à muito complicada tarefa de enfrentar o super serviço de John Isner em Madrid. O austríaco garantiu um lugar nas meias-finais do Mutua Madrid Open no torneio que marcou o seu regresso à competição dois meses depois, mas traçou uma curiosa comparação sobre como é ter pela frente as bombas do gigante norte-americano.

“Contra Isner somos como um guarda-redes a tentar defender penáltis. Se o jogador colocar bem a bola e tiver velocidade suficiente, simplesmente não há tempo para reagir e pará-la. Aqui é o mesmo. Tens que adivinhar ou esperar que não entre o primeiro serviçou ou ter sorte de o devolver. É 50-50. Além disso, também tem um grande segundo serviço em que a bola voa muito. Tenho de estar a cinco ou seis metros da linha de fundo e depois meter-me em court para tentar que ele não ganhe na rede”, sustentou.

Futebol e penáltis à parte, Thiem confessou que nem quer acreditar que está no top 4 do Masters 1000 de Madrid. “Fico surpreendido por estar nas meias-finais. Não esperava isso de todo. Só esperava ter um par de bons encontros contra adversários do mais alto nível. Agora estou nas meias-finais. É incrivelmente bom que tenha podido jogar quatro encontros a este nível. É uma grande surpresa para mim”, revelou.

Bola Amarela