Tennis Australia assegura que não está a tentar ajudar os não-vacinados

Tennis Australia assegura que não está a tentar ajudar os não-vacinados

Por Bola Amarela - dezembro 8, 2021

A Tennis Australia (TA) negou esta quarta-feira o rumor de que poderá ajudar os jogadores a encontrar isenções médicas de vacinação para poderem disputar o Australian Open do próximo ano sem a vacinação obrigatória. Segundo informa o Sydney Morning Herald, a entidade enfatizou que todas as decisões cabem inteiramente às autoridades de saúde.

Os dirigentes do ténis australiano rejeitaram categoricamente a ideia, levantada numa reportagem anterior da imprensa local, de que o número 1 do mundo Novak Djokovic tinha o apoio do TA para pedir uma isenção e evitar a vacinação. O sérvio se recusa a especificar o seu estado de vacinação por motivos de privacidade.

A entidade que comanda o ténis australiano garantiu que as suspeitas de que estava ativamente a procurar brechas para os jogadores são simplesmente falsas. “Qualquer pedido de isenção médica deve seguir as diretrizes governamentais estritas com base no conselho clínico do ATAGI (Grupo Consultivo Técnico Australiano sobre Imunização)”, disse um porta-voz.

“Este é o mesmo processo que se aplica a qualquer pessoa que queira entrar na Austrália. Qualquer ideia de que a Tennis Australia está a procurar ‘brechas’ nesse processo é simplesmente falsa. Julgar as isenções médicas é o domínio de especialistas médicos independentes. Não estamos em posição de influenciar este processo, e nem estaríamos”, completou.

Bola Amarela