Svitolina: «Se fosse preciso uma terceira dose da vacina para jogar na Austrália não me importava»

Svitolina: «Se fosse preciso uma terceira dose da vacina para jogar na Austrália não me importava»

Por Bola Amarela - dezembro 26, 2021

Os últimos dias têm sido marcados por tenistas a testarem positivo à Covid-19, com um surto a vir do torneio de exibição de Abu Dhabi. Rafael Nadal, Carlos Moya, Emma Raducanu, Belinda Bencic, Ons Jabeur e Denis Shapovalov foram todos apanhados, sendo que isso levanta alertas naturais para o Australian Open. Para Elina Svitolina, os cuidados até podiam ser maiores.

“Se fosse preciso levar uma terceira dose da vacina para jogar na Austrália não me importava. Fazia isso com todo o gosto porque tenho visto quantos casos novos há, quantos jogadores têm sido infetados. Muitos dos nossos amigos ficaram doentes com Covid-19, então a situação está terrível agora”, admitiu à imprensa ucraniana.

Svitolina vai arrancar a temporada no torneio de Adelaide, que conta com uma incrível lista composta por… sete (!) jogadoras do top 10. Por isso mesmo, a exigência é máxima desde o início. “Quando vês quantas boas jogadoras vão estar no início da época em Adelaide é incrível. Todos estão a preparar-se para o primeiro Grand Slam da temporada. Desde o início do torneio será complicado, não haverá tempo de adaptação, já que na primeira ronda pode calhar logo uma boa jogadora”, garantiu.

  • Categorias:
  • WTA
Bola Amarela