Suarez Navarro prestes a dizer adeus: «Mais importante nunca foi ganhar mas sim desfrutar»

Suarez Navarro prestes a dizer adeus: «Mais importante nunca foi ganhar mas sim desfrutar»

Por Nuno Chaves - outubro 20, 2021
epa09241843 Carla Suarez Navarro of Spain during the 1st round match against Sloane Stephens of the US at the French Open tennis tournament at Roland Garros in Paris, France, 01 June 2021. EPA/CAROLINE BLUMBERG

Se há pessoa que tem uma história de superação essa pessoa chama-se Carla Suarez Navarro, que coloca um ponto final na carreira no final do ano.

A espanhola, que conseguiu regressar ao circuito após recuperar de um cancro, encontra-se esta semana como embaixadora no WTA 250 de Tenerife e aproveitou para falar daquilo que vai fazer quando abandonar os courts. “A curto prazo gostava de descansar, desligar muito. Foram meses muito difíceis, muito duros mas já não é só por causa disso, também tenho muitos anos de carreira, a viajar sem parar, a esforçar-me muitíssimo, por isso, quero descansar a mente e o corpo”, revelou aos jornalistas.

Navarro, que tem como objetivo despedir-se (de vez) da competição na Billie Jean King Cup Finals, fez um muito resumido balanço deste seu regresso.

“Este ano foi uma benção para mim, em 2020 não se seria capaz de voltar a jogar ténis. Fui capaz de competir nos melhores torneios do mundo, como são os Grand Slam e Jogos Olímpicos, por isso, o mais importante é que estou aqui e pude desfrutar. O mais importante nunca foi ganhar os torneios mas sim desfrutar do caminho, de cada torneio, de cada jogo e de cada jornada no circuito. A sensação de jogar no Centre Court de Wimbledon e sentir o amor das pessoas é especial, são momentos que ficam para sempre”, concluiu.

  • Categorias:
  • WTA
Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.