Simon vence Shapovalov e enfrenta Sinner nos 'quartos' em Colónia

Simon vence Shapovalov e enfrenta Sinner nos ‘quartos’ em Colónia

Por Tiago Ferraz - outubro 22, 2020
simon

O tenista francês Gilles Simon venceu, esta quinta-feira, o canadiano Denis Shapovalov, pelos parciais de 6-1, 4-6 e 6-2 e carimbou o passaporte para os quartos de final do torneio de Colónia 2.

O primeiro set foi dominado pelo tenista gaulês, que venceu todos os seus jogos de serviço sem grande dificuldade (enfrentou apenas um ponto de break) e fez três breaks consecutivos, nos terceiro, quinto e sétimo jogos para vencer a primeira partida com um 6-1 a seu favor.

Na segunda partida, o equilíbrio foi muito evidente e prova disso foi que o set estava empatado (2-2) já com um break para cada ado no final do quarto jogo.

No jogo seguinte, Denis Shapovalov ganhou vantagem (3-2) e confirmou o break ao fazer o 4-2. A partir deste momento, o canadiano esteve tranquilo e venceu a segunda partida com um resultado de 6-4.

No terceiro e decisivo set, Gilles Simon entrou bem melhor, fez o break logo no segundo jogo (2-0) e teve serviço na mão para chegar ao 3-9, algo que viria a confirmar.

Com a vantagem de um break, Gilles Simon esteve tranquilo, ficou com vantagem de dois breaks logo a seguir (4-0) e viu-se a apenas dois jogos da vitória, mas viu Shapovalov reduzir a diferença logo depois (4-2).

Ainda assim, o gaulês Gilles Simon não mais cedeu e venceu mesmo o set e o encontro com um resultado de 6-2 com mais uma quebra de serviço.

Na próxima ronda, o gaulês vai jogar com o jovem italiano Jannik Sinner que está em muito boa forma, confirmando um lugar no top oito do torneio alemão depois de bater o francês Pierre Hugues Herbert, em dois sets, pelos parciais de 6-3 e 6-1.

Num primeiro set pautado pela grande irregularidade nos jogos de serviço de ambos os tenistas, o italiano Jannik Sinner, que foi recentemente até aos quartos de final de Roland Garros, conseguiu ser o menos irregular e venceu mesmo o primeiro set por 6-3.

No segundo parcial, o italiano elevou muito o seu nível de jogo, colocou 75% dos primeiros serviços dentro, venceu todos os seus jogos e com dois breaks consecutivos, nos segundo e quarto jogos (4-0) ganhou uma vantagem que soube gerir até final para marcar presença nos quartos de final com um resultado de 6-1 na segunda partida.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.