Schwartzman: «Vou a Roland Garros para me vingar»

Schwartzman: «Vou a Roland Garros para me vingar»

Por José Morgado - setembro 22, 2020
diego-schwartzman

Diego Schwartzman, vice-campeão do ATP Masters 1000 de Roma — o melhor resultado da sua carreira –, já está de olho em Roland Garros e com sede de vingança pessoal. O argentino de 28 anos, quartofinalista em Paris 2018, perdeu cedo (segunda ronda) no Grand Slam francês em 2019 e foi eliminado logo na primeira ronda do US Open deste ano, pelo que espera fazer melhor desta feita na cidade luz, embalado pelo resultado de Roma.

No ano passado eu fiz meias-finais em Roma e cheguei lá e perdi para o Leo Mayer na segunda ronda. Gostaria de ter feito melhor. Depois de vários anos, voltei de jogar mal no US Open e isso ainda está na minha cabeça. Vou a Roland Garros para me vingar desses maus resultados”, confessou o pequeno argentino.

Schwartzman espera poder jogar o seu melhor ténis na capital gaulesa. “Espero que a próxima semana seja boa para mim, espero jogar a excelente nível. Eu digo sempre a mesma coisa, mas é a realidade: se eu estiver a bom ritmo, tudo começa a sair com naturalidade. Espero que quando chegar lá tenha um bom ‘feeling’ no primeiro treino e que o torneio corra bem, já que só defendo uma segunda rodada tenho espaço para somar alguns pontos e atacar o top 10″.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.