Safin explica por que razão se retirou aos 29 anos: «Ou és top 5 ou não és ninguém»

Safin explica por que razão se retirou aos 29 anos: «Ou és top 5 ou não és ninguém»

Por José Morgado - novembro 25, 2020
marat-safin

Marat Safin, antigo número um mundial, campeão de dois Grand Slams e um dos tenistas mais talentosos e carismáticos da primeira década dos anos 2000, deu uma entrevista muito interessante ao site ‘Go Tennis’, onde explica, entre outras coisas, a razão pela qual decidiu-se retirar-se da modalidade com apenas 29 anos, no final da temporada de 2009.

“Nesta modalidade, ou és top 5 mundial ou não és ninguém. Eu não estava com paciência para andar classificado a 11, 12 ou 13 do Mundo durante muito tempo. Jogar contra gente muito mais nova, cansar-me com um joelho lesionado. Sempre pensei em abandonar o ténis antes que o ténis me abandonasse a mim. Se o meu joelho não me doesse tanto talvez tivesse aguentado mais um par de anos. Mas estava cansado deste mundinho. Não tinha motivação e comecei a perder contra jogadores desconhecidos”, desabafou.

Safin elogiou ainda o crescimento de Daniil Medvedev e a temporada de Andrey Rublev. “Medvedev cresceu bastante. Tem uma técnica muito interessante. Conheci-o melhor na ATP Cup [Safin foi o capitão de equipa] e percebi que é um ótimo rapaz. Pode ganhar muitas coisas na modalidade. O Rublev continua a ser um júnior. Venceu cinco torneios mas nenhum foi Grand Slam ou Masters 1000. Precisa de aprender como jogar melhor os grandes torneios. O ténis não é só bater na bola.”

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.