Roger Federer vai tornar-se no primeiro bilionário do ténis

Roger Federer vai tornar-se no primeiro bilionário do ténis

Por José Morgado - janeiro 13, 2020
federer

Roger Federer, de 38 anos, prepara-se para fazer história mais uma vez, mas desta feita nem tanto pelo que ainda faz (e bem) dentro de campo. O suíço, atualmente número três ATP, vai tornar-se ao longo desde ano no primeiro bilionário — a chegar aos 1000 milhões, é essa a classificação americana do termo — da história do ténis.

É que Federer tem acumulados 900 milhões de dólares ao longo da sua carreira, entre prize-money e contratos publicitários, e os acordos comerciais que tem entretanto assinados garantem-lhe que irá ultrapassar os 1000 milhões durante este ano, um feito raríssimo para um desportista em atividade. Os principais contratos de Federer são com Rolex, Uniqlo, Credit Suisse (o que não agrada nada Greta Thunberg) e Mercedes Benz.

Tiger Woods, Michael Jordan e Floyd Mayweather são outros dos desportistas bilionários, mas a fortuna do antigo 23 dos Bulls só cresceu já depois de se retirar.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.