Raducanu sente que tem um alvo nas costas: «Toda a gente quer derrotar-me»

Raducanu sente que tem um alvo nas costas: «Toda a gente quer derrotar-me»

Por Pedro Gonçalo Pinto - junho 26, 2022

Há um ano, Emma Raducanu era uma jovem desconhecida que recebia um wild card para o quadro principal de Wimbledon, onde desatou a deslumbrar e chegou aos oitavos-de-final. Meses mais tarde, conquistou de forma inacreditável o US Open, algo que faz com que a pressão seja enorme neste regresso ao All England Club.

Como se não bastasse, a jovem de 19 anos vai jogar no Court Central, onde irá defrontar Alison van Uytvanck, sendo que a própria não esconde que sente que tem um alvo nas costas cada vez que entra em court.

“Cresci como tenista. Tenho capacidades que no ano passado não tinha. Mas todo a gente me conhece agora. Toda a gente sabe o que fazia no ano passado e quer derrotar-me. Tomo como um dado adquirido que as minhas adversárias subam o seu nível de jogo contra mim, algo que me vai ajudar a longo prazo. Tenho 19 anos, só estou no início da minha carreira. Estou ansiosa pela aventura a longo prazo”, confessou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.