Raducanu responde às críticas após desistir das duplas mistas: "Tenho que pensar em mim"

Raducanu responde às críticas após desistir das duplas mistas: “Tenho que pensar em mim”

Por José Morgado - julho 8, 2024
raducanuu

Emma Raducanu desistiu de Wimbledon nas duplas mistas onde iria competir ao lado de Andy Murray na manhã da estreia, deixando o britânico de 37 anos sem possibilidade de competir uma última vez em Wimbledon. A jovem de 21 anos foi fortemente criticada por dar prioridade à chave de simples — acabou eliminada nas oitavas de final diante da neozelandesa Lulu Sun — e se defendeu de algumas acusações neste domingo na coletiva de imprensa.

“Não acredito que tenha sido uma decisão errada. Acordei de manhã e tinha dores e picadas. Tenho que pensar em mim, dar pri0ridade à minha carreira e ouvir o meu corpo. Creio que foi a decisão correta e a reafirmo. Foi uma decisão complicada porque era algo que eu desejava muito — jogar com o Andy Murray. Não queria lhe tirar a chance de jogar uma última vez em Wimbledon. Mas, no fim de tudo, creio que a maioria dos jogadores teriam feito o mesmo que eu”, confessou a britânica.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt