Qual o serviço mais difícil de responder? Isner ou Opelka? Tsitsipas responde

Qual o serviço mais difícil de responder? Isner ou Opelka? Tsitsipas responde

Por Nuno Chaves - agosto 27, 2020
Stefanos-Tsitsipas

A campanha de Stefanos Tsitsipas no ATP 1000 de Cincinnati tem um dado em comum: os gigantes que o grego está a defrontar.

Em três encontros defrontou Kevin AndersonJohn IsnerReilly Opelka, todos com mais de dois metros de altura e o que é certo é que se segue mais uma ‘torre’: Milos Raonic.

O grego, que está nas meias-finais, foi questionado sobre qual o serviço mais complicado de responder entre Isner e Opelka e a resposta… foi complicada. “É muito difícil essa pergunta. Há uns anos quando joguei contra o Isner em Wimbledon pareceu-me incrível e muito difícil de responder, mas hoje percebi que o do Opelka ainda parece mais complicado. Estão muito equilibrados. Creio que o segundo serviço do Opelka é mais agressivo e isso torna-o mais complicado”, afirmou.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.