Osaka volta a dar uma conferência de imprensa três meses depois e... chora duas vezes

Osaka volta a dar uma conferência de imprensa três meses depois e… chora duas vezes

Por José Morgado - agosto 16, 2021
osaka

Naomi Osaka, número dois do Mundo, voltou a marcar presença esta segunda-feira numa conferência de imprensa pela primeira vez desde o torneio WTA 1000 de Roma, há mais de três meses, e as coisas não correram nada bem.

Depois de quatro perguntas (e respostas) calmas, a japonesa de 23 anos desabou em lágrimas ao responder a uma questão de um jornalista de uma publicação local de Cincinnati, que — com um tom algo agressivo –, colocava em causa a incapacidade de Osaka lidar com os jornalistas apesar de beneficiar da exposição que a imprensa lhe dá para, entre outras coisas, ser a desportista mais bem paga do Mundo.

“Devia haver uma regra que nos permitisse uma vez ou outra responder-vos de outra forma, sem ter de vir cá. Nós também temos dias maus e não devíamos ser multadas por não darmos conferências de imprensa”, disse a japonesa, que acabou por chorar e ver a conferência de imprensa interrompida. Mais tarde, a japonesa emocionou-se ao falar da situação delicada que se vive neste momento no Haiti, a terra do seu pai.

Stuart Duguid, agente de Naomi Osaka, reagiu à situação, identificando o jornalista que lhe fez a pergunta — Paul Daugherty, do ‘Cincinnati Enquire’ — e chamando-lhe de bully. “Teve um comportamento realmente terrível. Todos os que estavam na conferência zoom concordarão com isso. As relações entre os jogadores e jornalistas são tensas neste momento por perguntas como aquela. Dizer que o sucesso da Osaka fora do campo está relacionado com a imprensa e não ter noção da realidade.”

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.