Osaka impõe-se a Brady em duelo fabuloso e está na final do US Open pela 2.ª vez

Osaka impõe-se a Brady em duelo fabuloso e está na final do US Open pela 2.ª vez

Por José Morgado - setembro 11, 2020
osaka

Naomi Osaka, antiga número um mundial e campeã de dois títulos do Grand Slam, entre os quais o US Open 2018, garantiu esta quinta-feira ao final da noite a sua qualificação para a terceira final da carreira em Majors, segunda em Nova Iorque, ao sair por cima de uma meia-final absolutamente fantástica no Arthur Ashe Stadium.

A japonesa de 22 anos derrotou na primeira meia-final feminina da prova a norte-americana Jennifer Brady, número 41 do ranking mundial e uma das tenistas em melhor forma nesta fase da época, por 7-6(1), 3-6 e 6-3, num encontro com muitos winners, poucos erros, apenas duas quebras de serviço — uma para cada lado –, num duelo resolvido em pouco mais de duas horas.

Osaka, que vai mesmo usar as sete máscaras de homenagem às vítimas de violência racial que preparou para este torneio, soma já 10 vitórias consecutivas na bolha de Nova Iorque — na semana passada chegou à final de Cincinnati e não a jogou — o mesmo número de Victoria Azarenka antes de entrar em court na segunda meia-final diante de Serena Williams.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.