Osaka faz a primeira capa da VOGUE em 2021: «Odiava que as pessoas reparassem em mim»

Osaka faz a primeira capa da VOGUE em 2021: «Odiava que as pessoas reparassem em mim»

Por José Morgado - dezembro 11, 2020
osaka-vogue

Naomi Osaka, campeã o US Open e detentora de três títulos de Grand Slam aos 23 anos, voltou a mostrar que os seus méritos e reconhecimento já ultrapassam o universo do ténis e faz a capa da edição de janeiro  de 2021 da prestigiada revista norte-americana ‘VOGUE’. “Liderar pelo exemplo: como é que Naomi Osaka se tornou na campeã do povo”, pode ler-se no título do artigo publicado no site da revista de moda.

Numa entrevista muito interessante, Osaka fala sobre a sua timidez e de como nunca gostou que as pessoas reparassem nela. “Idolatrava a Serena, mas ela era muito vocal e eu nunca fui assim. Não gosto de me ouvir em court porque atraio as atenções para mim e não gosto que as pessoas reparem em mim. Mas aos poucos estou melhor. Pelo menos é o que as pessoas me dizem”.

Osaka, atual número três do Mundo e antiga líder do ranking WTA, iniciou um movimento de luta contra a violência policial e descriminação racial, que chegou mesmo a parar o torneio de Cincinnati durante um dia. A japonesa utilizou ainda sete máscaras nas suas sete partidas do US Open com os nomes de vítimas negras. Houve quem não gostasse que ela colocasse o ténis no meio de um assunto como esses, mas a japonesa não se arrepende de nada do que fez. E gostaria de ter feito mais. “Sou negra e vivo nos Estados Unidos. Aquilo que fiz não foi assim tão surpreendente ou especial”.

  • Categorias:
  • WTA
José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.