Norrie sem medo de sonhar: «Quero aproximar-me do número um do Mundo»

Norrie sem medo de sonhar: «Quero aproximar-me do número um do Mundo»

Por Pedro Gonçalo Pinto - junho 23, 2022
norrie

Cameron Norrie tem sido uma das histórias de maior evolução no ténis masculino ao longo dos últimos dois anos, colocando-se mesmo no top 10 depois de um ano em que até um Masters 1000 conquistou. No entanto, a verdade é que o britânico, hoje em dia 12.º melhor do Mundo, quer muito mais e não tem medo de o dizer, como o provou em entrevista ao Eurosport.

PESO DE SER NÚMERO UM BRITÂNICO

Ser o número um britânico é algo que assumo sem problemas, é uma consequência da minha evolução nos últimos anos. Chegar a Wimbledon como melhor do meu país significa que estou onde quero estar. Claro que quero subir mais no ranking, mas tenho muito de melhorar no meu ténis e estou a desfrutar do desafio que é jgoar em relva. Ainda estou a aprender, mas é emocionante. É uma superfície que se adapta bem ao meu ténis, já que sou esquerdo e a minha esquerda é muito baixa. É uma boa superfície para mim.

OBJETIVOS AMBICIOSOS

Aproveitei muito os últimos dois anos e o que me entusiasma é que ainda tenho muito para melhorar. Quero entrar no top 10 de novo e chegar ao top 5. E sei que o caminho é longo, mas o meu objetivo é aproximar-me do número um do Mundo. Estar entre os 10 melhores foi brutal, mas devo continuar a trabalhar e levar isto para uma escala maior.

SONHO EM WIMBLEDON

Wimbledon é o meu torneio favorito e adoro os courts, então estou com muita vontade de começar a jogar. Quero chegar à segunda semana pela primeira vez na minha vida e espero avançar ainda mais. Mas quero desfrutar de jogar em relva e continuar a melhorar. Não vejo motivos para não o conseguir fazer. Adoro ver os jovens a falar do meu nome e ver que me reconhecem. Espero servir de inspiração para eles.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.