Nishikori volta a bom nível mais de 1 ano depois, mas falha 'oitavos' em Kitzbuhel

Nishikori volta a bom nível mais de 1 ano depois, mas falha ‘oitavos’ em Kitzbuhel

Por Tiago Ferraz - setembro 8, 2020
kei-nishikori
Foto: USA TODAY Sports

O tenista nipónico Kei Nishikori está de regresso à competição mais de um ano depois de se ter lesionado com gravidade no braço direito e não teve motivos para sorrir depois de perder com Miomir Kecmanovic por 6-4, 4-6 e 2-6.

O encontro começou de forma muito positiva para Nishikori, que conseguiu dois breaks de forma consecutiva, nos segundo e quarto jogos (4-0) e serviu depois para chegar ao 5-0.

Com uma vantagem tão larga, Nishikori ‘adormeceu’ um pouco, perdeu o seu jogo de serviço quando tinha oportunidade de fechar o set por duas vezes, a 5-2 e 5-4, mas fez o contra-break logo a seguir e venceu mesmo a primeira partida com um parcial de 6-4 a seu favor.

No segundo set, o equilíbrio foi mesmo muito evidente uma vez que ambos os tenistas chegaram empatados ao final do oitavo jogo (4-4) já com um break para cada lado.

O momento decisivo do parcial surgiu no 11.º jogo quando Nishikori perdeu o seu serviço e deixou o sérvio a servir para vencer a segunda partida por 6-4.

No set decisivo, Nishikori entrou mal, sofreu dois breaks consecutivos, nos primeiro e terceiro jogos (3-0), mas reagiu e reduziu a diferença logo a seguir (3-1) e fez o 3-2 na sua pancada de serviço.

Ainda assim, o sérvio manteve-se sempre ciente de que tinha uma vantagem de um break para gerir e até final fez mais um break (5-2) e serviu para vencer o set e o encontro por 6-2.

Na próxima ronda Miomir Kecmanovic vai medir forças com o vencedor do duelo entre os australianos Jordan Thompson e John Millman.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.