Nishikori: «Nem sei o que dizer sobre o Murray, estou muito triste»

Por José Morgado - 12 janeiro, 2019

Kei Nishikori foi outro dos tenistas de topo a reagir de forma consternada ao anúncio da retirada de Andy Murray por questões físicas. O japonês lembra algumas das batalhas diante do escocês de 31 anos e lamenta que o britânico tenha de abandonar…

“Nem sei bem o que dizer. Estou muito triste. Vi que ele não se estava a mexer tão bem mas nunca pensei que isto acontecesse. Jogámos muitas vezes e aprendi muito com ele. Ele tem imenso talento e era um tenista de top 4 durante tantos anos. Espero que ele melhore e possa continuar a jogar. Não posso fazer nada por ele”, confessou Nishikori, ainda abalado a com a notícia.

O nipónico de 29 anos é um dos tenistas em melhor forma, depois do título alcançado em Brisbane, na semana passada. Kei admite que está confiante. “Habitualmente jogo bem em Brisbane mas nunca tinha vencido um torneio antes do Australian Open. Estou feliz por ter conseguido e nunca tinha começado uma temporada tão bem. Foi a melhor preparação de sempre. No ano passado não joguei cá e estou muito feliz por voltar.”

O primeiro objetivo para Nishikori em Melbourne… é passar nos quartos-de-final pela primeira vez. “Espero chegar mais longe do que os quartos-de-final. Esse é o meu objetivo aqui. Espero chegar pelo menos às meias-finais. Tenho de continuar a treinar bem, estar saudável e, claro, jogar bem. As condições aqui por vezes mudam muito rapidamente. “

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.