Nakashima demasiado forte ergue troféu em Brest e nega regresso de João Sousa aos títulos

Nakashima demasiado forte ergue troféu em Brest e nega regresso de João Sousa aos títulos

Por Bola Amarela - outubro 31, 2021

Acabou sem direito a título a excelente semana de João Sousa no Challenger de Brest. Já se sabia que a tarefa do melhor português de sempre seria espinhosa na final, mas tudo ficou confirmado com uma exibição de altíssimo nível por parte de Brandon Nakashima, jovem talento norte-americano que se sagrou campeão com um triunfo escrito com os parciais 6-3 e 6-3.

O 4.º cabeça-de-série e número 70 do ranking ATP praticamente não deu hipóteses ao vimaranense (173.º), como se percebe pelo facto de não ter enfrentando sequer pontos de break num pavilhão com um grande ambiente. Nakashima apresentou-se sempre muito sólido, enquanto Sousa nunca deixou de lutar, mesmo sob grande pressão, salvando 8 dos 11 pontos de break que enfrentou. O problema foi ter conseguido roubar apenas 12 pontos no serviço do norte-americano.

Desta forma, Nakashima – que vai saltar para o 65.º posto – conquista o seu segundo Challenger da temporada, já depois de também ter alcançado duas finais do ATP Tour durante o verão. Quanto a João Sousa, o português regressou a uma final quase três anos e meio depois, sendo que irá subir para o 151.º posto do ranking mundial e volta a competir já na próxima semana, no Challenger de Tenerife.

Bola Amarela