Nadal: «Um tem quase 40 anos, eu tenho quase 35 e outro tem 34. É normal que os jovens subam»

Nadal: «Um tem quase 40 anos, eu tenho quase 35 e outro tem 34. É normal que os jovens subam»

Por Nuno Chaves - maio 28, 2021

Rafa Nadal, número três mundial e principal candidato a vencer Roland Garros, compareceu ao Media Day onde abordou os mais variados assuntos.

Um dos temas, sem surpresas, foi a luta da NextGen em tentar superar o Big Three. “Vejo isso com naturalidade. Um tem quase 40 anos, eu tenho quase 35 e outro tem 34. É normal que os jovens subam no ranking. Essas coisas acontecem. Hoje em dia fico pouco preocupado com o quadro. Tenho muito trabalho pela frente antes do duelo com o Djokovic nas meias-finais. Tenho de fazer o meu caminho e o meu caminho agora é o Popyrin. O meu quadro é demasiado exigente para pensar mais à frente”, admitiu aos jornalistas.

E será que Nadal pensa na possibilidade de vencer o 21.º Grand Slam e tornar-se no tenista com mais Majors na história. “Este torneio é muito importante para mim e tenho de estar o mais preparado possível. Pensar ou não nos Grand Slams… é um feito e tenho de aceitar na maneira que é. Graças a Deus estou nesta situação”, afirmou.

“Desde que acabou Roma as coisas estão a seguir numa boa direção. Impus uma carga de trabalho e estou a fazer sessão bi-diária. A preparação foi igual e duas semanas depois de Roma, este descanso não foi nada mau. Creio que chego aqui bem mas tenho de demonstrar em court”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.