Nadal: «Não estou em Paris a pensar que posso ganhar o 21.º Grand Slam e ultrapassar o Federer»

Nadal: «Não estou em Paris a pensar que posso ganhar o 21.º Grand Slam e ultrapassar o Federer»

Por Nuno Chaves - maio 25, 2021
federer nadal africa

Rafa Nadal chega a Roland Garros com o objetivo de conquistar o torneio pela 14.ª vez, ultrapassar Roger Federer e tornar-se no tenista com mais Grand Slams na história.

Apesar desses objetivos estarem ali ao lado, o espanhol recusa que esse esteja a ser o principal foco. “Não preparo Roland Garros a pensar que é uma grande oportunidade para ganhar o meu 21.º título e ultrapassar o Roger. Na minha cabeça está o facto deste ser o torneio mais importante da minha carreira”, começou por dizer.

“Claro que gostava de ganhar o 21.º Grand Slam mas motiva-me o suficiente competir em Paris. A minha evolução durante o último mês foi muito positiva, ganhar um torneio tão importante e histórico como o de Roma dá-me muitíssima confiança, creio que precisava de uma semana como a que tive no Foro Itálico”, admitiu em entrevista ao Bleacher Report.

A pouco mais de uma semana de completar 35 anos, Nadal falou sobre a sua retirada. “O dia em que não sentir pressão será o dia em que me vou retirar. Sem esse tipo de emoções é difícil jogar ao meu melhor nível. Aquilo que eu sinto é uma pressão pessoal, que coloco em mim mesmo porque quero jogar bem e sei o que tenho de fazer para conseguir. Espero ter a oportunidade de jogar o meu melhor ténis e continuar a ser competitivo”.

“Sinto mais paixão pelo que faço do que há alguns anos, tem a ver com a experiência talvez. O Roger, o Novak e eu estamos a lutar pelos mesmos objetivos há muito tempo. Sentimos um grande respeito mutuo e somos conscientes do quão difícil é ganhar torneios em que estamos os três”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.