Nadal: «Não creio que este tenha sido o melhor Djokovic de sempre»

Nadal: «Não creio que este tenha sido o melhor Djokovic de sempre»

Por Nuno Chaves - junho 11, 2021
epa09263584 Rafael Nadal of Spain reacts after losing against Novak Djokovic of Serbia during their semi final match at the French Open tennis tournament at Roland Garros in Paris, France, 11 June 2021. EPA/YOAN VALAT

Novak Djokovic ultrapassou numa impressionante batalha Rafa Nadal e garantiu o lugar na final de Roland Garros.

O espanhol passou, pouco depois da derrota, pela sala de imprensa e o seu sentimento era, naturalmente, de desilusão. “Tirando o início foi tudo muito equilibrado e não fui capaz de fazer a diferença. A minha bola não incomodava e o Novak jogou muito profundo, apenas cometeu erros e há que lhe dar o mérito. Sei que posso jogar melhor neste court, dei tudo a nível físico e mental, mas não foi suficiente”, afirmou o número três mundial, que somou apenas a terceira derrota da carreira em Roland Garros.

“Falhei um volei decisivo no tie-break mas são erros que podem acontecer. Joguei contra um dos melhores da história e faltou-me um extra, mas sei que não foi um desastre o meu jogo. Não creio que este tenha sido o melhor Djokovic de sempre. Fez um grande jogo mas faltaram-me coisas”, reforçou.

Nadal admitiu ainda o facto de… ter cada vez menos hipóteses de voltar a vencer em Paris. “Tendo ganho 13 vezes dói-me menos perder, mas é certo que os anos passam e nada é eterno. Sou consciente de que a cada edição vou ter menos possibilidades. Este ano tinha uma importante oportunidade. Não dramatizo muito nas derrotas nem me exalto muito nas vitórias. Tenho de estar preparado para a vitória e derrota porque em cada jogo estamos expostos a estas coisas”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.