Nadal desfaz-se em elogios para Federer: «Não há nada parecido ao Roger»

Nadal desfaz-se em elogios para Federer: «Não há nada parecido ao Roger»

Por Nuno Chaves - junho 7, 2019
Foto: Reuters

Rafa Nadal ultrapassou esta sexta-feira, o amigo e rival Roger Federer para se qualificar pela 12.ª vez na carreira para a final de Roland Garros. O espanhol admitiu, em conferência de imprensa, que teve muita atenção para estar pronto para o duelo.

“Preparei muito este jogo. É sempre especial defrontar aquele que é, possivelmente, o grande rival de toda a minha carreira. Não jogámos muito nos últimos anos e ele mudou bastante o seu estilo, é muito mais agressivo agora. Fiz alguns ajustes e ter confiança no meu estilo de jogo foi vital para poder ganhar. É necessário dar a minha melhor versão para vencer este tipo de jogadores”, referiu o maiorquino de 33 anos.

Nadal disse, também, que espera voltar a ver Federer em Roland Garros. “Oxalá nos voltemos a ver aqui. Vejo um bom futuro para ambos. Claro que não vamos estar a jogar aqui, daqui a 10 anos mas ver como voltou a competir no máximo em terra batida, é algo simplesmente impressionante. Há poucos anos não imaginava esta situação”, reforçou.

Mas os elogios continuaram. “Não há nada parecido ao Roger, nos nossos treinos damos sempre um extra e sei que devo esperar sempre pelo seu melhor ténis. Apreciamos muito estes jogos e vivemos com especial emoção. Cada vez que jogamos agora, sabemos que pode ser o último duelo. Vamos fazendo anos mas estando nesta posição não podemos pensar em retirar-nos”, garantiu Rafa, que defronta o vencedor do jogo entre Novak DjokovicDominic Thiem.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.