Murray sabe o que quer em 2022: 50 títulos, 700 vitórias e chegar longe num Grand Slam

Murray sabe o que quer em 2022: 50 títulos, 700 vitórias e chegar longe num Grand Slam

Por Bola Amarela - janeiro 11, 2022

Andy Murray até pode ser apenas o número 135 do ranking ATP nesta altura, mas não é por isso que deixa de mostrar ambição aos 34 anos. Depois de até perder o seu primeiro encontro do ano, o antigo número um do mundo entrou bem no ATP 250 de Sydney, ao bater o norueguês Viktor Durasovic, com um triunfo que acabou por ter uma carga especial para o britânico.

“Voltar à Austrália é especial. Disseram-me que este foi o primeiro encontro que ganhei aqui em mais de mil dias. Tive muitíssimos problemas e aconteceu-me muita coisa antes de poder voltar. Fiquei muito desiludido por falhar no ano passado por causa da Covid-19, especialmente quando me sentia perfeitamente bem na altura do torneio e tive de competir noutro sítio. Era evidente que queria voltar e competir aqui”, começou por afirmar.

Questionado sobre quais são os objetivos para 2022, Murray não teve tabus e detalhou-os. “Tenho objetivos pequenos e outros maiores. Um a curto prazo é alcançar as 700 vitórias no circuito, algo que espero conseguir esta temporada. Também gostaria de chegar aos 50 títulos e de ir longe num dos Grand Slams, talvez em mais do que um. Vamos ver como corre”, atirou. Refira-se que Murray está com 692 triunfos e 46 títulos nesta altura.

Andy Murray conquista primeira vitória de 2022 e está nos ‘oitavos’ em Sydney

Bola Amarela