Murray rendido a Federer: «Vê-lo com 39 anos e depois de duas cirurgias é inspirador»

Murray rendido a Federer: «Vê-lo com 39 anos e depois de duas cirurgias é inspirador»

Por Nuno Chaves - junho 6, 2021
murray-federer

Roger Federer qualificou-se pela 15.ª vez na carreira para os oitavos-de-final de Roland Garros, num incrível encontro que terminou perto da 1h da manhã.

Quem parece não ter ficado muito preocupado com a hora tardia foi… Andy Murray. O antigo número um mundial publicou um tweet na reta final do duelo de Federer, onde se desfez em elogios para com o helvético.

“Não estou aborrecido com a hora tardia deste encontro. Ver o Federer com 39 anos, depois de duas cirurgias a jogar num estádio vazio à 00h30 e a ficar entusiasmado é uma inspiração para mim. Faz aquilo que amas”, pode ler-se no Twitter do britânico.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.