Murray 'agradece' desistência de Goffin em Sydney e alcança primeiras 'meias' em mais de dois anos

Murray ‘agradece’ desistência de Goffin em Sydney e alcança primeiras ‘meias’ em mais de dois anos

Por Bola Amarela - janeiro 13, 2022

Mais de dois anos depois, Andy Murray está de volta às meias-finais de um torneio do ATP Tour. O antigo número um do Mundo, que na segunda ronda teve de sobreviver a uma maratona que ultrapassou as três horas, recebeu uma espécie de prenda para recuperar fisicamente, uma vez que só foi preciso jogar um set para ultrapassar David Goffin. O belga sentiu problemas físicos e acabou por desistir.

Murray, atualmente no 135.º posto do ranking ATP, tinha acabado de vencer a primeira partida por 6-2, altura em que Goffin considerou que não tinha condições para continuar em court e colocou um ponto final no encontro. Desta forma, o britânico de 35 anos volta a uma meia-final depois de se ter sagrado campeão em Antuérpia, na altura em outubro de 2019.

Nas meias-finais, Murray já sabe que vai defrontar Reilly Opelka, gigante norte-americano (25.º) que defende o estatuto de 4.º cabeça-de-série. Opelka bateu o compatriota Brandon Nakashima, por 7-6(4) e 6-2, marcando duelo com Murray na luta pela final. Já o outro duelo das ‘meias’ ainda não está definido. Aslan Karatsev, principal pré-designado, bateu Lorenzo Sonego, com os parciais 6-2, 3-6 e 6-2, mas espera pelo vencedor do embate entre Maxime Cressy Daniel Evans.

Bola Amarela