Muguruza, Kvitova e Gauff avançam em Doha, Kerber e Rybakina ficam pelo caminho

Muguruza, Kvitova e Gauff avançam em Doha, Kerber e Rybakina ficam pelo caminho

Por Pedro Gonçalo Pinto - fevereiro 21, 2022

A chuva de estrelas continua no WTA 1000 de Doha, mas algumas tornaram-se estrelas cadentes. Para essas contas não entra Garbiñe Muguruza, vice-campeã do ano passado, que se tornou na primeira jogadora a qualificar-se para os oitavos-de-final desta edição do conceituado torneio que se disputa no Qatar.

A número nove mundial ainda apanhou um susto de Sorana Cirstea (31.ª) no primeiro set, uma vez que esteve a perder por 4-1, mas reagiu a tempo de evitar maiores complicações e triunfou com os parciais 7-6(4) e 6-1. A segunda partida acabou por ser uma formalidade, com a romena a cair muito em termos de rendimento, enquanto Muguruza disparou para ficar à espera de Victoria Azarenka ou Madison Brengle.

Quem venceu o duelo ainda da primeira ronda foi Coco Gauff. A norte-americana de 17 anos travou uma sequência de três derrotas, ao levar a melhor diante da compatriota Shelby Rogers, por 6-2 e 6-3, marcando batalha com Caroline Garcia. A fazer essa viagem com Gauff esteve Petra Kvitova, que arrasou Irina Begu, com os parciais 6-1 e 6-3, seguindo-se Elise Mertens.

Quanto à parte das estrelas cadentes, uma delas foi Angelique Kerber, número 18 WTA. A experiente alemã até entrou bem frente a Jil Teichmann, mas desligou do encontro e acabou por perder com os parciais 4-6, 6-3 e 6-2, despedindo-se da prova tal como Elena Rybakina (20.ª), que foi derrotada de forma clara pela romena Jaqueline Cristian (71.ª), vitoriosa pela primeira vez na carreira num WTA 1000, por 6-4 e 6-3.

  • Categorias:
  • WTA
Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.