Medvedev partilha o dia em que conheceu Djokovic: «Era um Deus para mim e fiquei surpreendido»

Medvedev partilha o dia em que conheceu Djokovic: «Era um Deus para mim e fiquei surpreendido»

Por Bola Amarela - fevereiro 21, 2021

Daniil Medvedev jogou este domingo a sua final em torneios do Grand Slam, no entanto, não conseguiu levantar o troféu depois de uma derrota clara para Novak Djokovic.

No final, o tenista russo era um homem resignado e até deixou uma história que teve com o número um mundial. “Nunca é fácil falar quando se perde a final de um GS mas vou tentar fazer melhor do que em campo. Parabéns ao Novak e à equipa dele. 9 títulos no Australian Open e 18 no total é inacreditável e provavelmente não será o último. Nem sei o que dizer. A primeira vez que treinei com o Novak foi quando era o 500 do mundo em Monte-Carlo”, começou por dizer.

“Ele era o número 1 e tinha ganho Wimbledon, pensei que não ia falar comigo ou assim porque era um Deus para mim. Estava a falar como um amigo e fiquei supreendido porque ele nunca mudou. É uma grande pessoa”, revelou em declarações em court.

Quanto ao jogo, Medvedev sabe que não foi o seu melhor dia. “Claro que para nós não foi o melhor dia. Mas foram uns bons três meses tendo em conta o que se tem vivido. Mas agradeço ao Craig e à Tennis Australia por terem feito isto acontecer. Não estaríamos aqui sem o vosso trabalho, por isso obrigado por terem feito acontecer. Agradeço a vocês adeptos por nos convidarem, mesmo quen ão tenha sido fácil para muitos de vocês. Queria fazer este encontro mais longo e mais entertainig, mas hoje não foi o dia. Obrigado pelo vosso apoio”, concluiu.

Bola Amarela