Medvedev: «Não gosto nada da terra batida, há sempre maus ressaltos e acabo todo sujo»

Medvedev: «Não gosto nada da terra batida, há sempre maus ressaltos e acabo todo sujo»

Por Nuno Chaves - abril 11, 2021

Daniil Medvedev está em Monte Carlo para tentar ganhar o primeiro jogo em terra batida desde… as meias-finais do ATP 500 de Barcelona em 2019.

Desde aí, foram seis derrotas em seis jogos nesta superfície e o russo, na antevisão, reconheceu que para chegar em condições a Roland Garros é preciso muito. “Não posso jogar da mesma maneira que os últimos anos. Em hard court tenho jogos onde não estou cómodo ou bem fisicamente mas ainda assim consigo ganhar porque é algo automático. O meu ténis encaixa bem aí. Em terra é exatamente ao contrário”, começou por dizer.

“Para mim é muito complicado jogar em terra batida. Sei que sou capaz de jogar bem, há alguns anos consegui fazer bons jogos aqui. Para jogar bem em Paris preciso de estar bem fisicamente. Esperemos que consiga esta temporada”, admitiu.

E se dúvidas existiam sobre o gosto de Medvedev pela terra batida… elas ficaram totalmente desfeitas. “Não me escondo na hora de dizer que não gosto de terra batida. Não vou à América do Sul porque não gosto de jogar em terra. Prefiro jogar Roterdão, Marselha ou Dubai. Nunca irei jogar ali. Na temporada de terra tento dar o meu melhor mas é complicado. Não há nada que goste desta superfície. Há sempre maus ressaltos, acabas todo sujo depois dos jogos. Não gosto nada de jogar em terra batida”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.