Medvedev e o momento caricato: «Podem perguntar ao Bublik se o chateei»

Medvedev e o momento caricato: «Podem perguntar ao Bublik se o chateei»

Por Nuno Chaves - agosto 11, 2021

Daniil Medvedev sofreu mas qualificou-se para os oitavos de final do ATP 1000 de Toronto, num encontro marcado por um momento, no mínimo, insólito.

O russo perdeu um ponto por pedir desculpa a Alexander Bublik e, mais tarde, o número dois mundial abordou essa situação. “Acima de tudo foi um momento muito divertido, o que é positivo. Se fosse num ponto de break talvez fosse menos divertido. Podem perguntar ao Bublik sobre se o chateei por ter dito ‘Peço desculpa’. Tenho a certeza que não. Fiz um smash que jamais falharia na vida, mesmo a saltar não devia chegar à bola, por isso, não houve nenhum tipo de obstáculo”, admitiu em conferência de imprensa.

Medvedev também falou sobre o facto de ser o primeiro cabeça de série e garantiu não sentir qualquer tipo de pressão. “Quando és novo e jogas o teu primeiro Grand Slam ou os teus primeiros quartos de final de Grand Slam, a tua primeira final Masters 1000, aí sim sentes-te apertado. Não é uma sensação fácil mas às vezes ajuda a jogar bem”, começou por dizer.

“Eu já não tenho isso há algum tempo, já sei o que é ganhar um Masters, sei que preciso de jogar bem, lutar, correr muito. Quando vou para o court não ligo ao número de cabeça de série que sou, simplesmente tento ganhar. Não importa se és número um ou número 16, tens de te preparar da mesma forma. Sinto zero pressão por ser o primeiro cabeça de série, aliás, sinto-me honrado, significa que estou acima, a jogar bem. É a segunda vez que isto me acontece num Masters 1000”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.