Longe da melhor forma, Goffin garante: «Os próximos cinco anos podem ser os melhores da minha carreira»

Por Nuno Chaves - 10 abril, 2019

Em 2017, quando atingiu a final das ATP Finals (eliminou Roger Federer nas meias-finais), David Goffin estaria longe de imaginar todos os problemas físicos que ia enfrentar a partir daí.

Já foi número sete, atualmente está no 21.º lugar, mas o belga está confiante de que o melhor ainda está para vir. “Superei uma fase muito difícil com lesões, mudança de treinador, impotência para ganhar ritmo competitivo”, confessou em entrevista ao site do ATP.

“Levei tempo a assumir a minha nova postura, mas creio que me vai ajudar a regressar ao melhor nível. Tive um problema no cotovelo que me limitou muito a servir. Agora estou a 100% e considero que os próximos cinco anos podem ser os melhores da minha carreira”, sentenciou Goffin, que procura ainda um grande resultado em 2019.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.