Londero ao ataque: «Tratam-nos como se tivessemos lepra»

Londero ao ataque: «Tratam-nos como se tivessemos lepra»

Por Nuno Chaves - janeiro 22, 2021
londero
Foto: ATP Tour

Continuam a chegar de Melbourne relatos nada positivos por parte de jogadores, em relação à quarentena obrigatória, decretada pelas autoridades de saúde locais.

Se esta quinta-feira, Guido Pella foi arrasador, o seu compatriota Juan Ignacio Londero não ficou muito atrás. “É complicado, é uma das experiências mais difíceis da minha vida. Na minha quarentena obrigatória na Argentina ao menos tinha um pátio. Aqui estamos fechados num quarto sem janela. É uma loucura. Fazem-nos testes à Covid-19 todos os dias. Chegas mesmo a cansar-te e também nos podiam tratar um pouco melhor. Tratam-nos como se tivessemos lepra”, afirmou em conversa com o jornal Ole.

“Tocam à porta, deixam as bolsas no chão e tens um segurança que te olha com uma cara de que nem posso passar 10 centímetros da porta. É como se tivesse doente”, afirmou o argentino.

Londero também abordou a tão polémica quarentena de Novak DjokovicRafa NadalDominic Thiem em Adelaide. “É muito injusto. Vi que o diretor do torneio sabia do tratamento especial. Para ele, estes três são os que vendem os bilhetes e devem ter privilégios mas também somos pessoas e parece-me que devíamos ter os mesmos direitos”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.