Kyrgios: «Não me sinto dececionado, frustrado ou chateado. Estou orgulhoso pelo que fiz»

Kyrgios: «Não me sinto dececionado, frustrado ou chateado. Estou orgulhoso pelo que fiz»

Por Nuno Chaves - fevereiro 12, 2021
Foto: ATP Tour

Nick Kyrgios ficou à porta de uma enorme vitória frente a Dominic Thiem mas acabou por ser eliminado após desperdiçar uma vantagem de dois sets a zero, na terceira ronda do Australian Open.

O australiano, ainda assim, não estava desiludido pela derrota. “Deixei totalmente para trás qualquer pensamento negativo sobre o ténis hoje. Em nenhum momento, desde que perdi, me senti dececionado ou frustrado. Estou sim orgulhoso pelo que fiz. Não estou chateado, desfrutei muito, senti que as pessoas se divertiram e a minha namorada veio cá ver-me. Tive uma pausa de 13 meses, trabalhei muito para voltar a este nível de jogo e a verdade é que me senti muito bem fisicamente”, afirmou aos jornalistas.

E se orgulho não faltava a Kyrgios, elogios a Thiem… também não. “Competi até ao fim contra um dos melhores do mundo. É um grande jogador, super disciplinado, está habituado a jogar em cenários como este e ele também aproveitou a energia do ambiente. Não baixou o seu nível e foi o melhor nos pontos que desequilibraram a balança. Desejo-lhe toda a sorte do mundo”, referiu o australiano.

Kyrgios foi também claro sobre o momento-chave do encontro. “Os break points que tive no primeiro jogo do terceiro set foram absolutamente determinantes. Possivelmente, se tivesse mais ritmo competitivo teria mais opções no final, porque a minha sensação é que depois disso, o jogo estava de cara para ele. Mas não tenho nada que reprovar-me”, concluiu.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.