Kyrgios 100 por cento no lado de Djokovic: «Já me mandou mensagens a agradecer o apoio»

Kyrgios 100 por cento no lado de Djokovic: «Já me mandou mensagens a agradecer o apoio»

Por Bola Amarela - janeiro 15, 2022
kyrgios-djokovic

Longe vão os tempos em que Nick Kyrgios era a voz que criticava Novak Djokovic de forma dura. O australiano não escondia que, resumidamente, não conseguia suportar as atitudes do número um do mundo, mas isso mudou radicalmente com o que o sérvio está a viver em Melbourne. Kyrgios não consegue compreender o tratamento que o seu país está a dar a Nole e defendeu-o a 100 por cento, revelando mesmo que o próprio Nole até já entrou em contacto consigo.

“Hawke disse que ele é uma ameaça às nossas fronteiras. Não, não é! Parece que Djokovic é uma arma de destruição em massa neste momento. Ele está cá para jogar ténis, não é para fazer mais nada. O tratamento das pessoas em Melbourne tem sido atroz nos últimos dois anos. Percebo a fúria por ele não estar vacinado ou ter uma exceção médica, mas se olharmos para as coisas, ele tem os documentos de que precisa”, começou por afirmar no seu podcast ‘No Boundaries’.

Kyrgios revelou, então, que Djokovic agradeceu o apoio que Kyrgios tem dado publicamente e criticou a falta de ação de outros jogadores. “Novak falou comigo pessoalmente no Instagram e mandou-me mensagens a agradecer o apoio, a dizer ‘obrigado por me defenderes’. Eu não era quem ele estava à espera que fosse para a comunicação social defendê-lo. Como ser humano, ele está a sentir-se alienado nisto tudo. É um sítio periogoso para estar. Quando sentes que o mundo está contra ti, como se não conseguisses fazer nada bem. Ele precisa de apoio de outros jogadores. Tsitsipas, percebo que tenhas a tua visão quanto à vacinação. Murray, podemos contar que digas a coisa certa, Nadal, enfim… Mas meu, onde está o vosso apoio?”criticou.

O australiano rematou de forma bem clara. “Imaginem como é que ele se está a sentir. Provavelmente queria um bocadinho de apoio de outros jogadores. E está a tê-lo de mim! What the f…?”, sentenciou.

Bola Amarela