Korda: «Estou mais tranquilo desde que ultrapassei o que se passou no US Open»

Korda: «Estou mais tranquilo desde que ultrapassei o que se passou no US Open»

Por Tiago Ferraz - novembro 9, 2020
korda-nadal

O tenista norte-americano Sebastian Korda, campeão junior do Australian Open de 2018 deu uma entrevista à ATP onde falou de vários temas.

Depois de ter vencido, neste último final de semana, um torneio de categoria challenger na Alemanha ao derrotar alguns tenistas bem conhecidos como é o caso de Alexei Popyrin o jovem tenista mostrou-se, naturalmente satisfeito:

“Estou super feliz pelo que consegui. A final foi muito difícil, sabia que não seria fácil. Ele serve muito bem e sabe como fazer bem volleys nesta superfície e, nesse sentido, posso dizer que estou orgulhoso da maneira que venci e da forma como mantive a calma para terminar a vencer o encontro”, revelou depois de bater na final Ramkumar Ramanathan por 6-4 e 6-4.

Korda falou ainda da sua participação no US Open de 2020 onde ‘caiu’ diante de Denis Shapovalov:

“Desde que conseguiu ultrapassar o que se passou no US Open comecei a sentir-me muito confortável e cheio de confiança. Sou um jogador alto e, nesse sentido, estive a trabalhar muito bem durante a pausa devido à pandemia para conseguir melhorar a minha forma física. A forma como estou a jogar atualmente está a ajudar-me muito”, disse, citado pelo Punto de Break.

Recorde-se que Sebastian Korda chegou ao quadro principal do US Open de 2020 onde cedeu perante o canadiano Denis Shapovalov na primeira ronda. Já no torneio de Roland Garros o norte-americano esteve em bom plano e acabou por conseguir chegar até aos oitavos de final do Grand Slam parisiense onde só cedeu perante o campeão da prova Rafael Nadal, que viria a igualar Federer no número de Grand Slams após derrotar Novak Djokovic.

 

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.