Keys rendida com Barty: «Faz tudo tão bem que fica impossível jogar»

Keys rendida com Barty: «Faz tudo tão bem que fica impossível jogar»

Por Nuno Chaves - janeiro 27, 2022
epa09711853 Ashleigh Barty of Australia (left) shakes hands with Madison Keys of the USA after winning the Women’s singles semifinal at the Australian Open Grand Slam tennis tournament at Melbourne Park, in Melbourne, Australia, 27 January 2022. EPA/DEAN LEWINS AUSTRALIA AND NEW ZEALAND OUT

Ash Barty, número um mundial, voltou a confirmar o porquê de ser a número um mundial e a grande candidata ao título no Australian Open, depois de mais um arraso, desta vez, frente a Madison Keys.

A norte-americana não conseguiu mais do que vencer quatro jogos à australiana e, no final, os elogios para a melhor jogadora da atualidade foram evidentes. “Está a jogar incrivelmente bem. Saí com um plano de jogo claro mas ela faz tudo tão bem que é impossível jogar. A sua esquerda em slice é incrível. Está muito concentrada, a verdade é que todas as outras vezes que tinha jogado contra ela, nunca a tinha visto neste estado de excelência”, revelou em conferência de imprensa.

“Melhorou todos os aspetos do seu ténis, não te deixa entrar no encontro em nenhum momento. A minha ideia era jogar com potência para a sua esquerda mas com a sua resposta cortada era impossível acelerar como queria. É como se tivesse tudo sob controlo”, reforçou Keys, que apesar da derrota, vai reentrar no top 30 mundial.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.