João Sousa: «Venci uma dura batalha frente a um bom jogador»

João Sousa: «Venci uma dura batalha frente a um bom jogador»

Por Pedro Almeida - setembro 24, 2018

João Sousa, número um português e 50.º do ranking ATP, mostrou-se naturalmente satisfeito com o triunfo conquistado esta segunda-feira que o colocou na segunda ronda do ATP 250 de Chengdu, na China, referindo, no entanto, que foi um encontro “atípico”, com a duração de 2h50.

“Obviamente contente pela vitória. Foi um encontro atípico, em que no primeiro set estive dois breaks abaixo, depois consegui dar a volta ao resultado e acabei por vencer no tiebreak. No segundo set, foi a mesma história, mas ao contrário, estive break acima. Não consegui fechar, tive um match point que ele jogou muito bem e conseguiu elevar o nível de jogo nos momentos importantes. No terceiro entrei mentalmente estável”, resumiu o vimaranense, que bateu na estreia o norte-americano Tim Smyczek, 109.º do Mundo, por 7-6(1), 6.7(7) e 6-3.

“Acabei por vencer uma dura batalha frente a um bom jogador. Penso que o nível exibido hoje foi bom, por isso fico contente por ter passado à segunda ronda neste torneio”, acrescentou o pupilo de Frederico Marques, que está igualmente inscrito na variante de pares, ao lado do argentino Guido Pella.

“Agora vou descansar. Amanhã jogo a minha primeira ronda de pares. É importante recuperar, desfrutar desta vitória e recuperar a cem por cento”, rematou Sousa, que tem pela frente, em pares, na eliminatória inaugural a dupla composta pelo veterano norte-americano Jamie Cerretani, de 36 anos, e o israelita Jonathan Erlich.

Pedro Almeida
Jornalista - licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa - e amante de ténis desde sempre e para sempre.