João Sousa deixa escapar muitas oportunidades em Wimbledon e cai após duríssima batalha

João Sousa deixa escapar muitas oportunidades em Wimbledon e cai após duríssima batalha

Por Bola Amarela - junho 28, 2021
sousa

João Sousa, número um nacional e 120.º classificado do ranking ATP, lutou muito mas não conseguiu ir além da primeira ronda em Wimbledon. Depois de ter feito história ao alcançar os oitavos-de-final em 2019, o melhor português de sempre enfrentou a experiência de Andreas Seppi (90.º) e caiu depois de uma duríssima batalha onde deixou escapar várias oportunidades.

Para os livros ficam os parciais 4-6, 6-4, 7-5 e 6-2, ao cabo de 3h12, com o italiano de 37 anos, antigo número 18 do mundo, a resistir rumo à segunda eliminatória. Sousa até entrou melhor e agarrou o primeiro parcial, enquanto até anulou um break de desvantagem na segunda antes de ser quebrado de forma fatal quando servia a 5-4. Um golpe duro que parecia deixar marcas no arranqe do terceiro set, mas Sousa voltou a ‘eliminar’ um 0-2 e chegou mesmo a ter pontos de break a 4-4. Não os aproveitou e acabou por cair num jogo de serviço muito longo, com nove vantagens nulas e Seppi a fazer o 7-5.

Já na quarta partida, a história voltou a ser escrita pelas mesmas linhas. O vimaranense de 32 anos teve quatro pontos de break a 1-1, só que Seppi voltou a agigantar-se nessas ocasiões, quebrou no jogo seguinte e estava feita a diferença no encontro. Contas feitas, Sousa beneficiou de 21 (!) pontos de break mas apenas concretizou três, algo que teve muito peso na história do encontro.

Desta maneira, o português continua sem vencer em torneios do Grand Slam desde essa caminhada memorável no All England Club em 2019, além de ficar garantido que vai cair para fora do top 130 com este desaire. A participação portuguesa fica agora nas mãos de Pedro Sousa, que vai recuperar o estatuto de número um nacional, diante de Lorenzo Sonego.

Bola Amarela